Mindfulness - o que é e como incorporar a prática da atenção plena na vida materna


Mindfulness é um convite para nos tornarmos mais plenamente conscientes do momento presente, no lugar de viver pensando no passado ou protejando o futuro. A prática geralmente envolve uma maior consciência dos estímulos sensoriais (perceber sua respiração, sentir as sensações do seu corpo etc.), direcionando toda a nossa atenção e consciência para o presente: o que pode trazer muitos benefícios para nossa saúde emocional e física, bem como para os relacionamentos em nossas vidas.


Sabendo que pode ser difícil para algumas mães fazer uma pausa e estar presente, afinal, há sempre muitas coisas competindo por nossa atenção e há muita pressão para que sejamos multitarefa, preparei este post com ideias de como incorporar essa prática no seu dia a dia:

1. Durante as refeições, pratique uma alimentação consciente:

Seja comendo enquanto utiliza o telefone , ou procurando comida para obter conforto emocional, é muito comum que as pessoas comam sem pensar. E essa atitude, na verdade, pode contribuir para uma série de problemas, como por exemplo comer demasiadamente e/ou consumir muito açúcar.

Aqui o convite é para que você resista ao impulso de realizar outras tarefas enquanto come. Quando você comer, "esteja presente" com sua comida. Preste atenção a cada mordida que você está dando. Mastigue devagar e sinta o sabor de cada alimento. Você pode também observar os sinais de seu corpo sobre quando você está ficando satisfeito.

Vale a pena prestar mais atenção ao que está em seu prato, pois quando você se tornar mais intencional sobre o que está comendo, você provavelmente conseguirá abastecer seu corpo com a nutrição de que necessita.


2. Esteja atenta às suas interações sociais:

Seja interagindo com seu parceiro, filhos ou amigos, as interações conscientes são importantes para manter relacionamentos saudáveis.

A atenção plena nos relacionamentos nos convida a "estar presente" durante as conversas e a observar, sem julgamento o que a outra pessoa está fazendo.

A dica aqui é deixar o celular (ou qualquer outra distração de lado) enquanto você estiver com alguém, dando a essa pessoa toda a sua atenção, ouvindo realmente a mensagem que essa pessoa está transmitindo, no lugar de elaborar sua refutação enquanto ela compartilha suas opiniões.

Você pode se tornar ainda mais consciente prestando atenção à maneira como está se sentindo, ouvindo com atenção e aprendendo a responder aos outros de maneira mais consciente (no lugar de reagir com raiva).


3. Dê atenção às atividades diárias:

Responda sinceramente a estas perguntas:

  1. Você já teve dificuldade para se lembrar se já havia lavado o cabelo quando estava tomando banho?

  2. Você já se esqueceu porque entrou em um determinado ambiente da sua casa?

Esses são sinais de que você tem muitas coisas acontecendo em sua mente e não está sendo consciente.

Diariamente temos muitas oportunidades de praticar a atenção plena ao longo do dia. Aqui o convite é para que você execute as tarefas de forma consciente. Você pode fazer isso sintonizando-se com as sensações físicas, tornando-se totalmente ciente de tudo o que você faz e abandonando os pensamentos sobre o passado e o futuro.

Muitas pessoas veem a limpeza da casa como um trabalho árduo. A proposta aqui é: ao limpar, concentre-se no que está fazendo enquanto o faz - e nada mais. Sinta a água com sabão em suas mãos enquanto lava a louça; experimente as vibrações do aspirador de pó ao empurrá-lo no chão; desfrute do calor da roupa recém-tirada da máquina de secar ao dobrá-la; sinta a liberdade de abrir mão de objetos desnecessários ao colocá-los em uma caixa para doação.

Outra oportunidade de praticar a atenção plena é enquanto você ouve uma música. Aqui o convite é para que você se concentre realmente no som e na vibração de cada nota, nos sentimentos que a música desperta dentro de você e/ou em outras sensações que estão acontecendo naquele momento.

Seja andando na rua ou tomando um banho, tente estar totalmente ciente do que está fazendo e do que está acontecendo ao seu redor.

E quando notar que sua mente está divagando, parabenize-se por perceber isso e gentilmente traga sua atenção de volta para o momento atual.


4. Fazendo uma pausa ao longo do dia

Ao longo do dia, tendemos a passar de uma atividade para outra em questões de poucos minutos. Dessa forma, pode ser difícil manter-se no momento presente.

Nesses casos, a alternativa é fazer ao menos uma pausa ao longo do dia para praticar alguns exercícios básicos de atenção plena.

Comentários Gerais:

De acordo com o seu estilo de vida, você pode criar o hábito de passar alguns minutos atento em determinados momentos do dia, de repente até agendando um horário específico para esta prática.

A prática de atenção plena exige prática e esforço. Ninguém é bom nisso quando começa. É provável que sua mente divague repetidamente enquanto você tenta sair do automático. E é muito útil ter paciência consigo mesma durante o processo. Com a prática, você vai melhorar a sua atenção ao momento presente.

Você também pode criar o hábito de se concentrar na respiração quando estiver chateada ou ansiosa. As técnicas de respiração podem ter um efeito calmante e ajudá-la a permanecer ancorado no momento presente.

O relaxamento muscular progressivo é outro exercício que você pode praticar ao longo do dia. Simplesmente, trabalhe para tensionar e relaxar os músculos, um grupo de músculos de cada vez. Com a prática, você aprenderá a reconhecer quando está tensionando certas partes do corpo.

Depois de algum tempo praticando a atenção plena, a tendencia é que você comece a reconhecer que está levando uma vida mais consciente, desfrutando dos inúmeros benefícios da prática, como redução do estresse, melhor saúde mental, melhores relacionamentos e maior sentimento de felicidade geral.

Paula Guedes

Consultora Materna

Educadora Parental em Disciplina Positiva e Saúde Integrativa Infantil

www.maternidaderespeitosa.com

IG: @maternidaderespeitosa