Como tornar sua casa segura para um bebê

É normal se sentir insegura quando um bebê está para chegar, principalmente em relação à sua casa.


Normalmente, toda casa oferece perigos invisíveis para os pequenos, como moedas perdidas, plantas e até mesmo os móveis. Com a chegada de um bebê é preciso pensar duas vezes, antes de comprar ou escolher os enfeites mais adequados.


Por isso, aqui estão algumas dicas para tornar a sua casa mais segura para um bebê. Principalmente se ele já começou a se movimentar para todo lado! Esta fase pode ser potencialmente perigosa, pois a curiosidade é natural nos pequenos e eles adoram agarrar e testar os mais diferentes objetos, seja jogando no chão, batendo ou levando até a boca.


Para começar, a regra mais importante de todas é a supervisão. Não subestime uma criança que acabou de começar a engatinhar ou se arrastar. Eles se movem de um canto para outro muito rápido! Grades de proteção em escadas e portas, além de redes nas janelas, podem ajudar bastante na hora de cuidar de um bebê dessa idade.


É importante observar outros aspectos para tornar o ambiente mais seguro para o bebê. Por isso, se abaixe no nível do chão, fique de joelhos ou qualquer outra posição que permita enxergar sua casa na perspectiva de um bebê. Assuma que qualquer objeto ao alcance dessa altura, pode se tornar um perigo potencial de quebrar, machucar a criança ou fazer com que ela se engasgue.



Alguns perigos bem comuns são:


Objetos pequenos – qualquer objeto que caiba no diâmetro de um rolinho de papel higiênico pode engasgar uma criança que adora levar objetos à boca. Preste bastante atenção às moedas perdidas.


Plantas – algumas plantas podem ser tóxicas para crianças ou animais domésticos. Mantenha-as longe do alcance dos pequenos também.


Fios e cordões – crianças adoram puxar os fios dos equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos, o que pode fazer com que eles caiam sobre o bebê. Amarre ou prenda qualquer fio ou cordão, incluindo os das persianas e cortinas.


Cantos e quinas – bebês tem uma capacidade incrível de passar raspando pelas quinas e cantos de móveis e paredes. Mas se ele tropeçar ou perder o equilíbrio enquanto corre perto de uma dessas quinas, é melhor que elas estejam protegidas para não machucar ainda mais o pequeno explorador". Existem vários tipos de protetores no mercado. Procure o mais adequado aos seus móveis.


Tomadas – o risco de choque e queimaduras sérias por causa de tomadas é bem real. Coloque protetores de tomadas em todas que estiverem ao alcance do filhote.


Substâncias perigosas – produtos de higiene pessoal, de limpeza e faxina, além de medicamentos, devem ficar longe do alcance das crianças ou trancados em armários.


Objetos afiados ou pontiagudos – para tornar sua casa segura, instale travas nas gavetas e armários da cozinha, especialmente a gaveta de talheres e utensílios. Vale a pena prestar atenção em outros objetos também, como canetas, lixas de unha feitas de metal, pinças e as ferramentas do papai.


No mais, existem muitas alternativas que podem tornar sua casa mais segura para o seu bebê. Se você não encontrar travas e fechos específicos para manter armários e gavetas fechadas, por exemplo, um pedaço de fita adesiva pode resolver. Pelo menos até o seu pequeno aventureiro descobrir ou tiver força para arrancar.


Siga as instruções básicas citadas acima, mas também o bom senso. Se a sua casa possuir escadas, desníveis, varandas ou piscina, dedique especial atenção à essas áreas.



#KidCoachPaulaGuedes #KidsCoaching